Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Diário de uma TTAE #11

Mensagens recentes

[Confissões]

Vou confessar uma coisa...
Atendi o actor Adrien Brody no meu balcão de Check-In. Sim esse mesmo. O actor de Hollywood que já ganhou um óscar, e que fez inúmeros filmes, incluindo o maravilhoso "Pianista". 
Olhei para ele e reconheci-o mesmo de boné enfiado na cabeça. Disse-lhe entusiasmada, embora de forma muito discreta:
- You are an actor!
Resposta que obtive sem qualquer sorriso:
- Yes I am.
- Ok! i'm not gonna tell anybody...!
(Pois....here I am)
Atendi-o, ele colocou duas bagagens no tapete, pesei-as, emiti o cartão de embarque, informei-o da Porta de Embarque e a hora a que lá tinha que estar. Agradeceu, virou costas e foi-se embora para, provavelmente, nunca mais o ver. 
Mas FALEI com ele!!!! E foi talvez o mais perto que estive deste mundo cinematográfico com um actor reconhecido e conhecido mundialmente. E estou orgulhosa de não ter começado aos gritos e aos pulos histéricos em frente ao homem.
Estou agora quase aos gritos porque a única coisa que me separa desse momento…

Apresento Molly Megan

Molly Megan enche os seus scketchbooks de cor e o resultado final é o que hoje trago. Não são lindos? Molly inspirou-se em padrões têxteis e iniciou um 100 day challenge em que pintava padrões todos os dias. O resultado é super refrescante! Vejam o seu trabalho aqui



"Amar"

Laura and Carlos love each other as if every day was the last, and perhaps that first love intensity is what will tear them apart a year later.

O Imdb deu apenas 5.1 pontos a este filme espanhol. A meu ver, "Amar" merece uma pontuação mais alta. Bem mais alta, e por muitas vezes não concordar com as pontuações dadas neste tipo de sites, não tenho por hábito consultá-los. Ora "Amar" mostra-nos a densidade do amor, da atração, de duas pessoas que se amam mas que também querem ter a certeza daquilo que sentem e separam-se. Parece tonto mas na verdade é uma espécie de prova. O casal Laura e Pablo é muito jovem e percebe-se que querem dar azo à sua juventude. 
As suas famílias também não são fáceis e encontram-se no meio das complicações familiares. Neste filme há muito sofrimento, muitas lágrimas, muita revolta mas é bom, um filme muito bom.

Standards

[Plants]

Felicidade é...

... Estarmos a ler finalmente um livro que nos está a dar um gozo enorme? Isso mesmo, Murakami consegue-o!