Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2014

Das pessoas azedas...

Ou são mal amadas, ou não têm amor dentro delas. O que é certo é que de vez em quando me cruzo com pessoas azedas, secas e que não sabem sorrir. Nem "obrigada" nem "adeus, até à próxima".  São pessoas  infelizes, certamente, dentro de poços fundos onde o mau génio impera. E não fazem um esforço para sair dali. Mal-amadas certamente porque se tivessem boas pessoas à sua volta, talvez essa personalidade não fosse tão vincada.
Por vezes, reclamam connosco quando nada temos a ver com o assunto. Estas pessoas fazem-me espécie. Como são capaezs de ser amargas com pessoas que falam com elas simpaticamente e que lhes sorriem. Quando saem de ao pé de mim, fico sempre impresionada com a amargura dois seus rostos, como são elas capazes de estar assim o dia inteiro?
Nunca sorriem, nunca descontraem? Nunca serão felizes?

:)

E pronto. Agosto está a chegar ao fim.

Coisas bonitas de se ler...

“Todas as manhãs a minha avó colhia flores de jasmim que punha no soutien para cheirar bem. Quando ela se despia, caíam flores do seu peito. Era mágico.
– Avó, como fazes para ter os seios tão redondos na tua idade?
– Meto-os todos os dias dez minutos numa taça de água gelada.”

Persepolis, Marjane Satrapi

***

Estive tantos dias desligada do blog que já nem sei por onde começar. Fui à Praia do Torel, no Miradouro do Torel, em Lisboa, pois aproveitaram a fonte, puseram-lhe água tratada, areia, chapéus de sol e aquilo virou a praia da moda. Estive lá pouco tempo pois o parquímetro não é para os pobres e diverti-me um bocadinho.

Piscina instalada no Miradouro do Torel, Lisboa
Fui ao concerto do Anselmo Ralph na Baía de Cascais mas com a confusão que vi, apenas ouvi meia dúzia de músicas e saí dali quase a corer. Na viagem de regress a casa, ia a ouvir o concerto em directo pela RFM, ráduio official do evento e é nesse momento que começou a confusão. O cantor parou a música e chamou a polícia. Resultado: miúdas esfaqueadas e muita confusão à volta.
Além disso passeei um pouco pelas ruas de Cascais e o que descobri foi absolutamente encantador: a Casa dos Sete Anões. Ela existe mesmo!

100 World Kisses

Se há coisas que me enchem o coração é o AMOR! Quem é que não gosta de estar apaixonado e sentir as famosas borboletas na barriga? Aquela sensação de querer estar sempre juntinho?!
Bom, passando à frente desta breve introdução, apresento Ignacio Lehmann, um fotógrafo argentine que deu a volta ao mundo em busca de beijos apaixonados. Diz ele que quer fotografar 100 beijos em cada cidade por onde passa.
O conceito chama-se "100 World Kisses" e começou há 2 anos em Nova Iorque, a cidade onde tudo acontece e beijos é o que não deve faltar por lá. Ignacio já visitou 12 países e de lá trouxe centenas de fotos apaixonadas.
A exposição vai ocorrer em Buenos Aires e no próximo ano o livro "100 World Kisses" estará nas livrarias.
Sabe-se que o projecto é financiado por doantivos feitos através do site e já conta com milhares de fãs. Deixo então uma pequena amostra. Além disso, podem consultar as fotografias no site e no Facebook.





[De vez em quando...]

De vez em quando cruzamo-nos com pessoas com bom fundo, dquelas que gostam de ajudar os outros e são essas pessoas que me arrancam um sorriso nos dias mais complicados. Há dias cruzei-me com uma jovem rapariga que queria comprar um livro para levar a um leilão de caridade. Ajudei-a a escolher um livro especial e lá levou, a meu conselho, o meu livro preferido. Um livro que fala sobre amizade e que nos relembra as coisas boas da vida: O Principezinho. Espero que o livro receba bom dinheiro. No entanto, desconheço a causa para que servia a obra. Espero que tenha tido mesmo sucesso.
Tenho também outra história que ocorreu há já largos meses, era ainda Inverno. Uma senhora chegou com uma lista de nomes e pediu-me ajuda para escolher alguns livros para oferecer àquelas pessoas. Eram todas crianças e adolescentes. Os livros seguiriam para Moçambique dentro de dias. Devo ter selecionado cerca de 20 livros. Foi das tarefas que mais prazer me deu fazer. Gostei mesmo de escolher livros que iam …

Fairy Gardens

Não sou dada a botânica nem a flores nem a vasos e muito menos a jardinagem e não tenho muita paciência em regar as flores cá de casa. Já deixei morrer um cacto que tive há tempos e não tenho esperança que a coisa vá correr melhor se arranjar outro.
Apesar desta minha enorme falha tenho que reconhecer que há coisas bonitas no mundo da jardinagem. Descobri uns "jardins" dentro de vasos lindos de morrer. São os chamados "fairy gardens". Aqui utilizam-se vasos de terracotta partidos, pedras bonitas, terra e é só fazer composições bonitas como as que mostro aqui em baixo.
Dou o mote para se inspirarem e depois mãos à obra! Também existem blogs dedicados a esta nova arte, é só pesquisarem.





Miniature calendar

Tanaka Tatsuya é um artista japonês que nos últimos 4 anos se dedicou a fazer um calendário onde brinca com objectos do dia-a-dia e lhes dá um contexto original com bonecos em miniatura. Diz ele que os b´rocolos dão uma excelente floresta ou que folhas das árvores se parecem com barcos. O seu calendário pode ser consultado aqui.


Factos

Gosto tanto tanto de receber postais. Estou à espera de mais um... e o carteiro nunca mais chega!

*

E depois de dois dias de folga, quem é que quer regressar à realidade? Ninguém, claro!

[Crónicas de verão]

Ouvi os cantores que vieram ao festival Sol da Caparica da minha cama e aproveitei a praia de manhã e à tarde. Dois dias cheios de sol que me souberam pela vida. E a água? Hoje está uma maravilha. Perdi a conta às vezes que tive que mergulhar. À tarde há mais, muitos mais mergulhos e fotos subaquáticas também!

Antes do trabalho, passei na praia. O vento fazia-se sentir mas fui destemida para dentro de água. A temperatura cá fora não era demasiado elevada e por isso mesmo não senti qualquer choque térmico. Nem grande diferença de temperatura. Joguei raquetes, passeei pela areal, corri atrás de gaivotas e foi tudo. Depois tive que me despachar porque as obrigações me chamavam...

O caminho da praia

Gosto destes dias de verão em que as horas passam devagarinho. No caminho da praia o silêncio faz-me reparar no barulho dos chinelos no alcatrão. O livro que trago no saco aguarda algunos momentos de puro prazer. A toalha macia quer ficar molhada depois de um bom mergulho. e os meus olhos ficam resguardados pelos óculos de sol. A pele protegida pelo creme começa a ficar com um tom bronzeado bonito. O cabelo seca naturalmente e toma a forma que lhe apetece. O sal cola-se à pele e eu não me importo. Todos estes sentidos e cheiros e experiências voltarei a repetir já amanhã e rapidamente estes momentos passam a excelentes memórias já que no dia a seguir se trabalha e volta-se à rotina. O verão podia ser mais duradouro... Para já preciso de uma boa noite de sono.

Máquinas voadoras

"The Principles of Aerodynamics" é uma exposição de Daniel Agdad numa galeria de arte no sul da  Austrália patente até final de Agosto. Parece que estamos perante obras de Júlio Verne nos seus livros. Estas esculturas em papelão são tão detalhadas que nos fazem acreditar que são verdadeiras e que é possível voar nelas.

[*]

Quando o cansaço toma conta de nós, não há paciência para nada a não ser o desejo de sair dali rapidamente. Mas de vez em quando aparecem bombons de pessoas que percebem como é que nos estamos a sentir e nos dão uma palavrinha de encorajamento. Faz-nos sorrir momentaneamente e pensar que poderia ser pior...

Elyx

Tumbrl e o Instagram estão pejados de artistas. O que segue é o perfeito exemplo disso mesmo. Elyx espalha os seus desenhos cheios de humor por Paris. Consultem o seu trabalho aqui.



Arranjos florais delicados

A primeira vez que vi estes trabalhos que hoje aqui apresento veio-me à memória  a palavra "delicado". A obra é da autoria de Lim Zhi Wei. O seu trabalho pode ser visto no seu site. A artista utiliza aguarelas e pétalas das flores mais bonitas que vai encontrando. Esta séria faz juz à beleza das formas femininas apresentando-as com uma elegância delicada. Orquídeas, rosas são algumas das flores que Wei utilizou como objecto do seu trabalho. As cores bem conjugadas e suaves transmitem-nos uma certa tranquilidade bem como o traço das ilustrações. Wei explica que esta séria começou como um presente de aniversário para a sua avó: "Comecei com pétalas de rosa para fazer um marcador de livros e desenhei uma rapariga com um vestido de rosa. Foi assim que este trabalho começou".




The Corner Shop

Lucy Sparrow reconverteu uma loja antiga em Londres numa exposição com milhares de artigos feitos de feltro. Lucy deu à mostra o nome de "The Corner Shop " e o espaço assemelha-se a uma loja. A preparação levou-lhe 7 meses e os artigos estão à venda vi internet.
Deixo algumas imagens e o site da artista para que possam consultar o seu trabalho.




Fotografia vs desenho

   Se unissemos fotografia e desenho, qual seria o resultado? O artista francês Sébastien Del Grosso mostra-nos um resultado bem sucedido!  O jeito dele para a ilustração é de um nível bem elevado e isso conjugado com os efeitos especiais de um programa de edição de imagem e com fotografias à mistura, o resultado só poderia ser este. Deixo aqui uma pequena mostra deste seu projecto intitulado "Désir d'existence"



Do Salinger

Detesto ter uma pilha de livros para ler. Fico sempre muito ansiosa. Ah e estou a ler este "The Catcher in The Rye" que é assim um bombonzinho daqueles que queremos deixar derreter bem devagar...

The Tiny Little Book of Bunny Behaviour

No site do Etsy costumo encontrar coisas giras e este foi um feliz acaso. Apresento o The Tiny Little Book of Bunny Behaviour, um pequeno livrinho com ilustrações de vários comportamentos de coelhos. Podem comprá-lo aqui.