Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2016

Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los

Este é o primeiro filme de uma série de cinco, passados no famoso mundo de Harry Potter. Um spinoff aguardado há uma eternidade pelos fãs!

Sentada na sala de cinema, dei logo um salto na primeira cena e passei grande parte do filme a apertar com toda a força as mãos do meu companheiro.
O filme tem cenas fortes, bem barulhentas que estremecem as cadeiras onde nos sentamos.

É intenso. É divertido. É ternurento.
Não quero falar em demasia mas gostei deste Newt Scamander que chega a Nova Iorque dos anos 20 com a sua mala cheia de monstros fantásticos!

Do Natal, que se aproxima...

O Natal está a chegar e eu já fiz os meus pedidos. Coisas simples porque
por mais que uma pessoa cresça, quando o Natal se aproxima é entrar no modo "pedinchice".
Querido Pai Natal, é só isto! Não te esqueças, está bem?



Entretanto, sou capaz de me lembrar de uma ou outra coisa para acrescentar. Mas prometo que será coisa pouca.
Sabes que sou rapariga de pedidos simples ;)

Das coisas bonitas

De vez em quando olho para o chão e encontro coisas bonitas....

Stella e Simão

Na última livraria onde trabalhei, era muitas vezes responsável pela arrumação e reposição da zona infantil. Gosto muito de literatura infantil, dou muito valor à ilustração e dou quase sempre uma vista de olhos pelas novidades infanto-juvenis.

Há dias ao fazer zapping passei pela RTP2 e dei de caras com os desenhos animados da Estela e o Simão. 

Estes personagens são conhecidos no mundo infantil por serem cara de duas séries de livros: a Stella e o Simão
Eles são irmãos e cada um tem uma série de livros distinta. Marie-Louise Gay é não só a autora como também ilustradora destas obras. 
Conheço algumas histórias por isso imaginem como fiquei quando descobri os desenhos animados!

[Via Panorâmica Pablo Neruda]

Na Costa de Caparica há uma estrada encantadora, já antiga e um bocadinho degradada - a Via Panorâmica Pablo Neruda, esta estrada sobe para os Capuchos e pelo meio tem um miradouro semi-circular com uma vista privilegiada sobre a Costa. 
Se no Miradouro dos Capuchos conseguimos ver o mar e até Lisboa, aqui podemos ver os campos cultivados: a união entre o verde e o azul. 


[Praia da Saúde, Caparica]

Quando uma praia, mesmo à noite, se torna fotogénica e tu a aproveitas melhor que nunca mesmo com chuva e frio e te divertes com um barco que ali está atracado há anos...



[Roadtrip por Espanha: o final]

Depois de passar um dia e uma noite em Málaga, era tempo de partir. Sem carro e sem grande mobilidade decidimos regressar a casa e adiar os planos de passar por Marbella, Ronda, Gibraltar, Cádiz e Jerez de la Frontera noutra altura. Granada também terá que ficar para segundas núpcias. 

Em Málaga, apanhámos um autocarro para Sevilha onde passei grande parte dessa tarde, e que já havia conhecido neste verão, uma viagem que durou 3 horas.

Em Sevilha apanhámos outro autocarro para Faro, outra viagem de 3 horas.

E em Faro apanhámos outro autocarro para Lisboa (mais 3 horas de viagem).

Neste dia de regresso a casa passei 9 horas em viagens de autocarro e quando cheguei devem calcular que eu não estava com o meu bom humor habitual. Estava muito cansada e sem grande vontade de conversar. 

O bom deste dia? Sevilha, claro. Deixo as poucas fotos que tirei...







São estas viagens que valem a pena. São estes percalços que nos fazem desenrascar, que nos mostram aquilo que somos quando passamos por algo que …

[Málaga, Espanha]

Depois de passar cerca de 2 horas numa viagem de autocarro que partia de Antequera e que seguia Málaga, nem acreditava no que os meus olhos viam.
A zona onde  fica o terminal de autocarros em Málaga não tem gracinha nenhuma (é apenas uma zona de escritórios e habitações com edifícios altíssimos) mmas chegada ao centro histórico, fiquei imediatamente arrebatada. 

O primeiro passo era encontrar um hostel em conta e descarregar todo o peso que tinhamos às costas. Mochilas de 40 e 50 litros é muito bom mas não quando andamos quilómetros à procura de estadia.

Logo na primeira tentativa encontrámos um hostel mesmo na zona histórica e super bonito. Muito acolhedor e é talvez o hostel mais bonitinho onde já estive. Vidamia é o seu nome. 

Assim que nos intalámos partimos em busca do Museu Picasso, onde me perdi nas centenas de obras que lá estão. Não se pode tirari fotos lá dentro mas anotei as obras que me fizeram diferença naquele espólio. Também tive direito a um audio-guia que me ajudou aperce…

[Antequera, Espanha]

Nesta minha roadtrip por Espanha tive um enorme percalço: o motor do carro onde seguia aqueceu, perdemos água e começou a deitar fumo. Muito fumo.
E tivemos que o parar na berma da auto-estrada onde seguiamos: entre Córdoba e Málaga.
Chamámos o reboque e aguardámos. Hora e meia depois lá apareceu e seguimos para a oficina mais próxima. E isso significava passar uma noite em Antequera.
Já na oficina e com uns mecânicos espanhóis que falavam extremamente rápido descobrimos que o motor tinha gripado e vimos a nossa vida a andar para trás. Gibraltar que era o grande objectivo desta roadtrip tinha que ficar forçosamente para segundas núpcias.
Dormimos então num albergue em Antequera, na zona industrial. Horrível. Tudo feio.
E de manhã pela fresquinha fugimos daquele lugar e fomos a pé para o terminal de autocarros, a cerca de 2 km de distância. Com o intuito de prosseguir a viagem até Málaga, a cidade natal de Pablo Picasso.
Dois quilómetros nunca me pareceram tão longos como naquele dia. Maldizi…

[Zafra, Espanha]

Antes de chegar a Córdoba passei uma noite em Zafra e que bonita que é...