Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2017

Apresento Clover Robin

Encontrei o artista que faz as colagens mais fofinhas de sempre <3 Clover Robin usa tesouras para deixar por "escrito" as aventuras das suas viagens. 
Clover é um ilustrador e designer londrino a quem nunca falta inspiração, assim parece tão fácil, não é? Eu própria já tentei fazer umas colagens (armada em artista) que não ficaram nada de especial e tiro o chapéu a este senhor por criar coisas tão giras!


Website | Instagram | Facebook | Etsy | Blog

[Passeio Marítimo de Algés]

O Passeio Marítimo de Algés está concluído e fui lá espreitá-lo num dia onde a chuva estava bem guardada dentro das nuvens e o sol aparecia timidamente. Agora, o Passeio tem mais 2 km com ciclovia, liga agora todo o troço entre a Baía dos Golfinhos à Praia da Cruz Quebrada. A obra esteve parada devido a um processo judicial relativo ao impacto ambiental da zona, decorreram até marchas de protesto mas as obras lá prosseguiram por cumprirem todos os requisitos legais. Posso adiantar que é um passeio muito giro mesmo à beira do Tejo, óptimo para aqueles dias em que ainda não está bom para a praia mas apetece apanhar sol e caminhar um bocadinho. Ficam as imagens...







Floral Tea Stories

Doçura foi a palavra que me veio à mente depois de ter visto estas criações florais da fotógrafa Marina Malinovaya. A artista usa flores secas para compor o seu Tea Time e consegue dar um ar de romantismo a qualquer mesa. Um projecto doce e poético para seguir na sua conta de Instagram.


(em)brace it #2

De todas as coisas que me preocupavam ao colocar aparelho fixo a mais premente era a parafernália de material que me permitisse continuar a promover uma boa higiene oral na minha boca.  Antes de colocar o aparelho, andei pelas farmácias, parafarmácias e até supermercados a ver escovas, dentífricos, elixires e fios dentários, de forma a estar minimamente preparada para a aventura que se aproximava.  A par disso andava sempre a ler todo o tipo de informação na Internet: em fóruns, em blogs e em sites especializados. 
Agora que o coloquei posso descansar. Não é fácil, especialmente comer e lavar os dentes. Mas hoje venho falar da higiene oral porque ter a boca cheia de ferros (como eu carinhosamente digo 💙) e querer lavar bem os dentes demora um certo tempo. Se antes demorava uns 5 minutos, agora parece uma eternidade os minutos que passo junto ao lavatório e ao espelho. Sou capaz de estar entre 10 a 15 minutos na casa de banho, senão mais, de forma a certificar-me que não há comida entranh…

"Ensaio para uma Cartografia"

Fui ao Teatro no Dia Mundial do Teatro. "Ensaio para uma Cartografia" estreou no Teatro Nacional D. Maria II pelas mãos de Mónica Calle e eu estava lá no dia da estreia. Dez mulheres. 10 instrumentos. Despem-se e tornam-se só e apenas elas mesmas. Elas e a sua arte. São dez mulheres vulneráveis a superarem-se a si mesmas naquele que é um constante ensaio para a perfeição, no meu entender.  São mais de 2 horas de espectáculo onde não há palavras, só as palavras dos maestros que dão indicações, rudes ou calmas. São assim os ensaios.  Este Ensaio é uma Peça diferente, uma história que o público vai criando. 
Para ver até 9 de Abril.

Rebocaram-me o carro!

É verdade! ACONTECEU!

Fui a Lisboa ver uma peça de Teatro no D. Maria II e de regresso ao carro, dei conta que tinha andado de mais e não havia visto o meu carro. Parei. Olhei em volta e percebi que tinha estacionado mais abaixo na Avenida da Liberdade. Voltei para trás, reconheci o local onde o havia estacionado e NADA! A primeira coisa que me ocorreu foi que me haviam roubado o carro. Depois olhei melhor, vi as placas e percebi que mo deviam ter rebocado. MALVADOS!

Percebi que na curva onde havia virado estava uma placa a indicar "Taxis: 5 lugares" e eu tinha lá posto o meu :-( Fiquei para morrer!

O desespero da multa e todos os trâmites estavam a deixar-me nervosa. Vi um carro da polícia e lá fui perguntar como proceder aquando de um reboque e lá agi.

Fui logo a seguir ao Parque levantar o carro.

Não me livrei de uma pesada multa (pesadíssima para ser totalmente sincera, uma multa de três dígitos) e lá segui para casa.

O Polícia que me atendeu tinha um ar de "mauzão chunga…

Handmade Flowers

De vez em quando encontram-se coisas fofinhas na net... e estas flores são tão amorosas!


Miniature Handmade Paper Flowers by Orawee Bradley on Etsy

(em)brace it #1

Decidi colocar aparelho nos dentes. Há cerca de um mês fui a uma consulta com a ortodontista, falei com ela, expus-lhe os meus receios, ela analisou os meus dentes, viu que sou Classe 1 (caso de maloclusão com posição correcta dos dentes), e explicou-me o plano. Aceitei.
Tudo porque das vezes anteriores que fui fazer orçamentos, os médicos faziam-me o pior cenário possível: extração de dois dentes, aparelho no palato e mais não sei o quê que me parecia o inferno dentro da minha boca. Durante anos fugi à correção, sabendo que chegaria o dia em que os avanços na medicina permitiriam uma correção menos agressiva. 
E fiz bem porque actualmente existem novos processos de correção e o meu aparelho, apesar de metálico, é super avançado (e bastante caro também) mas compensa os anos de espera e compensará certamente o dinheiro investido. 
Optei por um aparelho autoligado, Sistema Damon, é um aparelho inteligente, dos mais avançados actualmente porque a Ortodontia está em constante evolução.
Este S…

Pelo caminho encontro sempre coisas bonitas

Foi numa breve visita à Ericeira que, à entrada de uma hamburgueria, encontrei este carrinho de mão cheio de plantas aromáticas. E que bonito estava, com as suas plaquinhas pintadas à mão ao estilo
arts & crafts...



"Aliados"

É inegável que "Aliados" mexe connosco. É um drama / romance que não nos passa ao lado. Brad Pitt interpreta Max, um espião ao serviço dos Aliados que, em Casablanca, conhece Marianne, da Resistência Francesa. Trabalham juntos numa perigosa missão, apaixonam-se e vão viver para Londres uma vida idílica, apesar da guerra e do Blitz. 
Mas há um twist: os superiores de Max desconfiam que Marianne é uma dupla espia. E aqui começa o enredo que nos deixa ficar com o coração nas mãos. 
Um filme que se afasta do típico blockbuster de que todos andamos já cansados e não me digam que não gostam de filmes históricos porque este vale a pena :-)

Querido Murakami

Hoje escrevo para ti uma carta em jeito de missiva. Gosto tanto de ti e quando me debruço sobre os teus livros de contos fico ligeiramente, como te dizer isto sem magoar esse teu coração bondoso?, fico ligeiramente, repito, desapontada. Ouve o meu conselho de amiga e leitora fiel, tu não és o Gabriel Garcia Marquez dos contos. Não tens a experiência dele em short stories por isso não te metas nisso. Quando leio um conto teu fico com a sensação de que a história ficou incompleta. É que nem de um final aberto se trata. 
 Continua a escrever romances que, esse sim, é o teu verdadeiro dom. Mas dá-me livros à altura da Crónica do Pássaro de Corda ou do Norwegian Wood e não te ponhas a inventar como fizeste na Peregrinação do Rapaz Sem Cor.
Gosto mesmo de ti, Murakami mas assim fica difícil.


Apresento Sally West

O bom tempo está aí à porta, e apesar de ainda vir chuva não podemos perder a esperança de haver sol nos próximos dias! E é por isso que hoje trago Sally West com a sua tela carregadinha de tinta e a brisa suave dos seus pincéis. Digam lá que a pintura não é linda?

[Setúbal]

É sempre uma lufada de ar fresco ir a Setúbal. Não sei se é a proximidade do mar, o cheiro a peixe, o ambiente calmo que sinto sempre que lá vou, mas gosto muito de Setúbal. E além de tudo isto é uma cidade extremamente fotogénica :-)  Desta visita, molhei o pé no cais, mesmo de frente para os barcos. A água gelada fez-me querer muito o verão: a praia, o sol, as good vibes, a despreocupação e, sobretudo, a descontração. Quero que chegue o bom tempo de uma vez por todas. Quero despir casacos e camisolas quentes. Quero andar de t-shirt, de calções e principalmente de chinelos. Quero sol, preciso de sol. Dentro e fora da minha vida. 



Museu Nacional do Traje | Lisboa

Visitei o Museu do Traje no primeiro Domingo do mês de Março porque neste dia a entrada é gratuita.
É giro ver a evolução do vestuário ao longo das décadas desde o século XVIII aos dias de hoje.










[O meu objecto preferido]

Apresento-vos o meu objecto preferido: o massajador de cabeça. 
E se antes não suportava que mo encostassem à cabeça, agora não passo um dia sem ele! Não sei o que me deu para passar a adorá-lo mas na vida há evoluções e esta foi a minha mais recente "evolução pokemon".  Tudo porque o meu companheiro trouxe um massajador destes emprestado do seu colega durante um fim de semana e quis experimentá-lo na cabeça de quem? Na minha, claro. Ri-me à gargalhada e encolhi-me assim que senti as pontas desta "máquina" no meu crâneo mas lá me aguentei e de risota passou a puro prazer. Depois de um fim de semana inteiro a massajar o couro cabeludo, não podia viver sem este objecto e lá fui comprar um. E agora é um autêntico vício.

[Quando me apanham em fotografias bonitas)

Obrigada S. ❤ e bem-vinda primavera!

[Cerâmica fofinha]

Elise Lefebvre trabalhou com diversos materiais antes de descobrir a cerâmica. Mas quando a descobriu foi amor à primeira vista e as suas peças são irresistíveis! A artista vende as suas peças no seu blog e toda a informação pode ser encontrada aqui.


[Regressar aos sítios onde fomos felizes]

O dia estava quente. Armei-me de ténis, de t-shirt, de uma garrafa de água e regressei ao Parque Linear Ribeirinho do Estuário do Tejo e percorri o Trilho do Forte da Casa. São 1,3 km que começam no passadiço de madeira mesmo no Parque e segue-se pelo Trilho do Forte da Casa (basta seguir as indicações) que desemboca numa passagem pedonal sobre a linha férrea e Estrada Nacional 10 e que tem uma vista panorâmioca linda! Depois foi regressar ao Parque pelo mesmo caminho.  E este dia solarengo, passado em família, foi divertidíssimo :-)


Cluca

Estas pinturas fizeram-me ganhar o dia! Estes banhistas foram pintados por um artista de Montreal, de nome Cluca. Simplesmente mágico :-)