Avançar para o conteúdo principal

"Amar"

Laura and Carlos love each other as if every day was the last, and perhaps that first love intensity is what will tear them apart a year later.


O Imdb deu apenas 5.1 pontos a este filme espanhol. A meu ver, "Amar" merece uma pontuação mais alta. Bem mais alta, e por muitas vezes não concordar com as pontuações dadas neste tipo de sites, não tenho por hábito consultá-los.
Ora "Amar" mostra-nos a densidade do amor, da atração, de duas pessoas que se amam mas que também querem ter a certeza daquilo que sentem e separam-se. Parece tonto mas na verdade é uma espécie de prova. O casal Laura e Pablo é muito jovem e percebe-se que querem dar azo à sua juventude. 
As suas famílias também não são fáceis e encontram-se no meio das complicações familiares. Neste filme há muito sofrimento, muitas lágrimas, muita revolta mas é bom, um filme muito bom.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cascatas do Rio Mourão

Já não sei bem como descobri a Cascata de Anços, no concelho de Sintra... Talvez numa sessão fotográfica da revista de Cristina Ferreira onde o actor Pedro Teixeira pousou nu. Pesquisei na internet e lá dei conta da Cascata do Rio Mourão, que é um dos afluentes do Rio Lizandro. Lá fui numa tarde bem quente com as coordenadas no GPS.
Larguei o carro no local mais perto do caminho de terra e lá fui à descoberta da cascata. Tem cerca de 10 metros e uma laguinho onde pude tomar uma banhoca. Não tem a água mais limpa do mundo mas não podia deixar de entrar naquela água. É um cenário magnífico. Por lá, surgiam várias pessoas, poucas porque o local é bem discreto.
A cascata também faz parte do genérico da novela "Jardins Proibidos" da TVI e também já havia sido cenário em "O Beijo do Escorpião".

"Collection a Day" by Lisa Congdon

"Collection a Day" é um projeto fotográfico de Lisa Congdon que se comprometeu a tirar fotos durante um ano dos objetos que coleciona tão carinhosamente. Desta forma surgiu o blog e mais tarde o livro.

Há livros que nos ficam no coração #9

Foi em 15 minutos que li este "Viúva e o Papagaio" de Virginia Woolf.  Trata-se de um conto direccionado para os mais jovens e aqui a escritora conta uma históra para além da história. Relata aqui Woolf, que devemos tratar bem os animais e desta forma teremos retorno, é uma pequena história de amor a um papagaio. As ilustrações deste livro são algo que dão imensa vida ao pequeno conto.  Ora, a sra.Gage uma viúva muito pobre recebe a herança do seu irmão avarento: uma casa, um estábulo e  três mil libras. A viúva viaja até à casa do irmão e o que encontra é apenas uma casa em ruínas e nada de dinheiro. Apenas um papagaio falador chamado James. Todos os habitantes lhe diziam para vender o animal e ganhar com isso algum dinheiro mas a sra. Gage, defensora dos animais como era, não o fez. No decorrer da história, James torna-se fundamental pois ajuda a viúva a encontrar aquilo que lhe tinham prometido, o dinheiro, e salva-a de uma noite muito complicada. Um conto muito ternurento…